Grupo de Orações online

Novas pessoas, de velhas pessoas! (Devocional – 12-Fev)

“Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2 Coríntios 5.17)

Dev215Deixar de ser quem sempre fui e vir a ser alguém novo, com novas perspectivas e modo de agir. Isto é o que acontece com pessoas que creem e comprometem-se com Jesus. Esta é a fé cristã. Todos podemos mudar de alguma forma. Esta é uma possibilidade para todo ser humano. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus e isso diz muito sobre nossas possibilidades. Mas as mudanças feitas apenas por nós mesmos, embora notáveis, alcançam apenas parte do que precisamos para a vida. Temos a possiblidade de ir além e experimentar mudanças de um tipo que somente é possível pelo envolvimento com o amor e a graça de Deus por meio de Cristo Jesus. Mudanças em níveis que envolvem quem acreditamos ser e quanto ao significado de nossa vida. Mudanças que transformam nosso modo de interpretar a existência e lidar com as circunstâncias. Paulo diz que é uma mudança que nos leva a ser uma “nova criação”.

A mudança que a fé em Cristo promove em nós, se podemos simplificar tanto assim, envolve duas realidades: à primeira eu chamaria de mudança espiritual e à segunda, que se segue à primeira, mudança histórica. A primeira caracteriza-se por uma união inquebrável com Deus, baseada em amor. Sou abraçado por Ele e recebido como Seu filho de um jeito especial. Sou filho de Deus porque minha vida veio dele, o Criador. Neste sentido, todo ser humano é filho de Deus. Mas, pela fé, volto para Ele ainda em vida, para viver sob Seus cuidados e influência (Jo 1.10-13). Isso muda o que acredito sobre quem sou. A partir daí mudanças acontecerão em minha forma de compreender e viver a vida. Serei desafiado a submeter-me ao que for capaz de compreender como vontade de Deus, o que envolverá todos os aspectos de minha vida e, especialmente, meus relacionamentos. É uma mudança sobre o que acredito ser a vida.

A partir daí uma nova pessoa começa a se formar em mim, superando a velha. Vou amadurecendo para amar a Deus mais que tudo, amar a mim mesmo de forma saudável e amar ao próximo como amo a mim mesmo. E então as mudanças seguem acontecendo! Acabarei abandonando ideias, hábitos e atitudes e assumindo posturas novas. Novas atitudes e novas escolhas tornam-se substituem as velhas. Não é uma jornada pacífica. Envolve escorregões, angústias, dúvidas (até sobre Deus) e, devemos admitir, algumas voltas ao passado, reeditando a velha vida que deveríamos abandonar. Mas também experimentamos muito perdão, graça e misericórdia de Deus para conosco. A parte histórica é quebrada e refeita várias vezes. Mas nossa união com Deus não. Como disse, é inquebrável. E isso é o que garante tudo! E então podemos ter certeza: seremos levados a ser nova criação. Graças a Deus!