Grupo de Orações online

Não ter, mas ter que ter pra dar! (Devocional – 06 de Abril)

“Respondeu Jesus: Eles não precisam ir. Deem-lhes vocês algo para comer.” (Mateus 14.16)

Jesus e seus discípulos tinham pouca oportunidade para estarem sozinhos. As multidões estavam sempre querendo o tempo e a atenção do Mestre. E Ele, paciente e amorosamente, se dava a todos. Mesmo em momentos quando estar sozinho era uma necessidade. Por exemplo: quando João Batista morreu, Jesus procurou um lugar solitário para viver seu luto, mas aceitou amorosamente a interrupção da multidão e compadeceu-se dela. Ele nos mandou amar o nosso próximo como a nós mesmos e nos deu o exemplo. Amar é muito bonito, mas não é fácil. Somos infinitamente melhores em falar de amor do que em amar. Basta que alguma coisa não seja como preferimos ou gostaríamos e nos esquecemos de amar. Sobra irritação e faltam compreensão e humildade. E achamos que temos boas razões que justificam nossa falha em agir com amor.

O dia já ia avançado e os discípulos estavam com fome. Sabiam também que a multidão estava faminta. O melhor a fazer era encerrar a conversa e mandar as pessoas embora para que arranjassem o que comer. Mas Jesus os surpreende: “Deem-lhes vocês algo para comer!” Como? O que tinham mal dava para o pequeno grupo de amigos! Eles não tinham o bastante! Mas essa é a tônica do Reino de Deus: nele somos desafiados a dar e realizar além de nossas possibilidades. É um constante “não ter, e ter que ter pra dar”. Não refiro-me a dinheiro ou coisas materiais apenas, mas especialmente ao amor, perdão, paciência, bondade, respeito e tantos outros “bens”. No Reino de Deus, não é o elo mais fraco que determina a força da corrente, mas o elo mais forte. Quanto podemos como cristãos? Podemos o quanto Cristo pode. E precisamos crer nisso!

Paulo creu: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fl 4.13). Mas o poder não nos é dado para benefício próprio. Não é para fazermos o que quisermos, mas o que Deus quiser que façamos. É um poder diferente, que nos faz servos e não, senhores. Que nos levantar e deixar nosso lugar à mesa e lavar os pés sujos dos que deveriam lavar os nossos! No Reino de Deus temos o poder de Cristo à nossa disposição para sermos mais humildes, para amar mais, perdoar mais e superar nossas fraquezas. Por causa de Cristo podemos ir além e ser pessoas melhores. Verdadeiros cidadãos do Reino de Deus. Não depende de quem somos, da situação ou do outro. O segredo é Cristo em nós! Se Ele nos mandar alimentar uma multidão, ainda que tenhamos muito pouco, isto é possível. Por causa dele.