Grupo de Orações online

Poder para mudar ( Devocional – 27 de Abril )

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor.” (1 Pedro 1.3-4)

O Evangelho de Jesus se constitui de princípios, perspectivas e atos. Não são apenas ideias, mas fatos que marcaram a história. Assim como o pecado passou a habitar nossas vidas pela ação desobediente, o perdão e a salvação que nos dá uma esperança viva, resultam também da ação obediente. A obediência de Cristo é a resposta de Deus à desobediência de Adão. A desobediência de Adão comprometeu nosso futuro e teria aniquilado nossa esperança, mas a obediência de Cristo nos regenerou para uma esperança viva, que jamais poderá ser aniquilada. Assim, cada ato da obediência de Cristo edifica a certeza de que estamos seguros em Deus.

Pedro disse que, por meio da ressurreição de Cristo, fomos regenerados para uma esperança viva. As Escrituras declaram que o resultado do pecado, a recompensa do pecado, é a morte, mas a dádiva, a oferta graciosa de Deus por meio de Cristo, é a vida eterna (Rm 6.23). Nós agimos para nossa condenação, mas não poderíamos agir para reverter isso. Deus agiu por nós. A ressurreição de Jesus é parte disso. Ela declara que a morte não tem a última palavra. Pelo pecado a morte veio, mas ela foi superada pelo poder de Deus. O poder de Deus revelado na ressurreição de Cristo é o mesmo poder que age em nossas vidas para nos regenerar. Veja as palavras de Paulo: “Oro também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos e a incomparável grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, conforme a atuação da sua poderosa força. Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o assentar-se à sua direita, nas regiões celestiais, muito acima de todo governo e autoridade, poder e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não apenas nesta era, mas também na que há de vir.” (Efésios 1.18-21)

A oração de Paulo é para que o poder de Deus ofertado a nós produza resultados práticos, vida transformada. Sozinhos não poderíamos, mas Deus veio a nós e realizou essa tão grande salvação. Você e eu não precisamos continuar os mesmos, ver a vida como sempre vimos, nos repetir em atos e palavras. Assim como poder de Deus rompeu os laços da morte, pode romper os laços que nos prendem onde não veríamos estar e nos levam a ser quem não deveríamos ser. Há uma porta aberta diante de nós. Ninguém pode fecha-la. Mas somos nós mesmos que devemos escolher entrar por ela.