Grupo de Orações online

Permaneçam na Graça (Devocional Diária – 27-Ago)

“Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus. Que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando a muitos.” (Hebreus 12.15)

A graça de Deus. Não há nada tão bom quanto ela. Nenhuma condição melhor para nossa humanidade senão na graça de Deus. E o que é ou deve ser uma igreja senão a comunidade dos agraciados, a comunidade da graça?! Quem deve ser  o cristão senão alguém humilhado e exaltado pela graça?! Humilhado por ser completamente incapaz para a vida com Deus, para cumprir os requisitos da vida de quem se tornou cidadão celestial ou filho de Deus! Exaltado por ser alguém perdoado, suprido e podendo ser capacitado para viver de maneira nova! Tudo isso por causa da graça. Ela é preciosa para abrirmos mão dela. Sem ela, quem somos nós?

Há algo muito delicado na vida com Deus que se rompe quando, de alguma forma, nossa retidão deixa de produzir reconhecimento e gratidão e começa a produzir suficiência. O passo seguinte é que vamos rompendo a dependência e o temor a Deus. Uma certa autoridade e confiança sutilmente carnal aparece. Estamos prontos para julgar. Falamos mal dos outros com mais facilidade e um certo prazer. Nos estranhamos mais facilmente e endurecemos o coração. Onde está a graça em meio a isso? Assim como quando cedemos ao que deveríamos resistir, pecando contra a retidão e pureza que fortalecem o testemunho e a fé. Também neste caso nos excluímos da graça. Um cristão e uma igreja podem cair assim!

Por isso o escritor sagrado diz “cuidem”. Tomem as precauções necessárias. Que a vitória sobre o pecado não os leve ao orgulho que os priva da graça e que a consciência de que são fracos não se torne um caminho fácil para a prática do pecado. “Cuidem” em oração para que não caiam. “Cuidem” caminhando juntos, tendo amigos verdadeiros que possam apoiá-los. “Cuidem” alimentando-se diariamente com o conhecimento das Escrituras. “Cuidem” sendo amorosos com Deus e com as pessoas. “Cuidem” pois é muito fácil cair, esquecer-se da graça. “Cuidem” uns dos outros, orem uns pelos outros e jamais dificultem ao que cai, levantar-se. Que não nos privemos da graça e ajudemos prontamente aqueles que se privaram dela.