Grupo de Orações online

Pedido para se fazer no templo (Devocional – 29-Jan)

 

“Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável.” (Salmos 51.9-12)

 

Dev215O que mais precisamos e que pode mudar tudo em nossa vida é de uma renovação interior, seguindo projeto que reflita a vontade de Deus, para nos tornar pessoas segundo o Seu coração. Nenhuma bênção pode superar isso. Mas é interessante como não sentimos isso como sendo nossa maior necessidade. Há muitos templos espalhados pela cidade e com o surgimento e crescimento (espantoso) das igrejas neopentecostais, multiplicaram-se as reuniões e as campanhas. A criatividade para atrair pessoas a esses momentos é de escandalizar. Mas ainda não vi uma campanha para que o participante saia mais humilde, mais submisso a Deus e amoroso com as pessoas. Há campanhas até para emagrecer – emagrecimento espiritual – mas para a melhora do caráter, não vi nenhuma. Diante de um Deus todo poderoso, os desejos humanos se multiplicam e são buscados sem nenhuma preocupação ética ou senso crítico.

Mas, quando vamos ao templo, esse lugar tão simbólico para nossa espiritualidade, a orientação bíblica nos chama a atitudes bem diferentes das que são protagonizadas por tantas de nossas reuniões. O templo é lugar que deve fortalecer nossa percepção da presença de Deus e, sempre que Sua presença nos toca, somos levados a valorizar a presença do outro. É como no mandamento do amor: o amor a Deus vem acompanhado, obrigatoriamente, do amor ao próximo. Portanto, há uma oração indispensável que deve ser motivada pelo mais verdadeiro e firme propósito: Senhor, quero um coração novo, melhor do que este que tenho; e também quero ter a necessária firmeza interior para viver segundo tua vontade. Pois se interiormente formos renovados por Deus, as demais coisas virão em decorrência disso.

Isso é o equivalente a buscar em primeiro lugar o Reino de Deus. Pois o Reino de Deus visa nos tornar verdadeiros filhos de Deus, gente que existe segundo a vontade de Deus. E assim seremos uma dádiva, uma benção, começando dentro de nossa própria casa! A experiência do templo não deve reforçar nosso egoísmo, mas nossa humildade diante de Deus e das pessoas. Não deve alimentar nossa ambição mal direcionada, mas nosso anseio por nos tornar pessoas melhores. Não deve ser uma busca por benefícios, mas uma busca por Deus. Há muitas pessoas que antipatizaram-se do templo por causa do tipo de discursos e atitudes que dentro dele acontecem, em nome de Deus. O templo deve ser um lugar seguro para toda pessoa, acolhedor e fortalecedor da esperança e da fé em Deus. Mas ele não será isso por si só. Ele é apenas uma construção como qualquer outra. Ele será isso dependendo do que nós fizermos dele. Quanto a Deus, Ele é indispensável e já disse que podemos busca-lo e o encontraremos, se o buscarmos como devemos buscar: de todo coração (Jr 29.13).