Grupo de Orações online

O Reino em primeiro lugar (Devocional Diária – 05-Dez)

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6.33)

Buscar em primeiro lugar o Reino de Deus – precisamos experimentar o poder desse mandamento de Jesus. O Reino de Deus em primeiro define um jeito novo de viver e realiza-se dia a dia, passo a passo, escolha a escolha. Há um provérbio chinês que diz: “Mesmo uma jornada de mil quilômetros começa com o primeiro passo”. O grande corredor e velocista jamaicano, Usain Bolt, multicampeão olímpico e mundial, começou como qualquer criança, andando tropegamente e com dificuldades para equilibrar-se. Seu talento e dedicação o levaram a ser um astro do esporte. A experiência de ter o Reino de Deus em primeiro lugar é uma vocação, um chamado de Cristo para todos que o seguem. Ser um Usain Bolt não é para todos, ter o Reino em primeiro lugar é. Mas há algo que podemos aprender com o atleta jamaicano.

Usain Bolt chegou onde chegou por ter a compleição física adequada e por sua dedicação. As duas coisas! Ele precisou de algo que não podia conquistar, que recebeu como dádiva: seu físico. Mas precisou desenvolve-lo pelo exercício e o treinamento. Para o Reino de Deus também precisamos das duas coisas. A dádiva é um novo coração que só Deus pode nos dar (Ez 36.26) e a dedicação é a obediência que praticamos pela fé. Usain Bolt sacrificou-se, mas não foi um sacrifício. Foi uma realização. Será que se arrepende dos treinos que fez? Certamente que não! É assim também com a experiência cristã: exige submissão e sacrifício, mas é uma realização! Com o Reino em primeiro lugar vivemos o melhor da vida e nos tornamos quem nunca deveríamos deixar de ser. Amor, bondade e misericórdia marcam nossas atitudes. Segurança, paz, alegria e esperança enchem nosso coração. Tem sido assim com você?

Há três parâmetros muito importantes para avaliarmos isso: nossa agenda, nossas finanças e nossos relacionamentos. Em nossa agenda há sinais de que o Reino de Deus é importante? Ou nosso tempo é apenas nosso e nos justificamos dizendo que “tudo é para a glória de Deus”? Vivemos uma vida financeiramente equilibrada? O Reino de Deus está refletido em nosso orçamento? Se minha fé não afeta meu dinheiro, certamente que meu dinheiro está afetando minha fé! Quanto aos meus relacionamentos, o que os motiva? Interesse ou amor? Servir ou ser servido? Uso as pessoas ou me relaciono com elas? Tenho priorizado minha família? Tenho me relacionado com ética? Tenho amigos verdadeiros? O Reino de Deus em primeiro lugar coloca tudo mais no devido lugar. Se o Reino de Deus não orientar sua vida, por mais ordem que tenha estará seguindo na direção errada. Avalie. Não seria hora de mudar?