Grupo de Orações online

É preciso obedecer (Devocional – 06 de Julho)

“Se vocês obedecerem aos meus mandamentos, permanecerão no meu amor, assim como tenho obedecido aos mandamentos de meu Pai e em seu amor permaneço.” (João 15.10)

Permanecer no amor de Cristo é viver comprometido em fazer a vontade de Cristo. A relação entre fé, obediência e amor é fundamental na fé cristã. Só teremos verdadeiramente crido no amor de Deus se confiamos em Sua vontade para nossa vida. E se confiamos, demonstraremos nossa confiança por meio da obediência. Permanecer no amor de Cristo, que é o amor de Deus, é permanecer comprometido em fazer a Sua vontade, que é “boa, perfeita e agradável” (Rm 12.2). É por meio da realização de Sua vontade que Deus nos abençoa. Muito mais que nos dar algo, embora possa nos dar; muito mais que tirar uma dor ou resolver um problema, embora isso também possa acontecer; ser abençoado por Deus e ser transformado em alguém que Ele deseja que sejamos.

A grande questão da vida é: quem somos?”. O famoso “ser ou não ser, eis que questão!” de Shakespeare, na peça “A Tragédia de Hamlet”, tornou-se uma das mais famosas frases da literatura mundial. E faz jus à fama, pois é, de fato, algo de que não deveríamos nos esquecer. Fazemos sempre contas para saber quanto temos, mas nem sempre avaliamos a nós mesmos para saber quem somos, quem estamos nos tornando. Viver é tornar-se alguém, diariamente, por meio de nossas escolhas, atitudes e prioridades. Estamos nos tornando um certo tipo de pessoa e é isso que ficará. O resto será tirado de nós em algum momento. Ser ou não ser é o que determina a felicidade ou a tragédia na vida humana. E para ser é preciso comprometer-se, envolver-se, agir, protagonizar. É por meio das ações, ainda que sem movimento, que nos tornamos e somos.

Por isso Jesus nos pede obediência aos seus mandamentos. Precisamos conhecer Seus mandamentos. Há pessoas falando em nome de Jesus e usando as falas de Jesus para impor mandamentos. Mandamentos impostos por pessoas, ainda que em nome de Jesus, nos adoecem. Os mandamentos de Jesus nos dão vida, tornam-nos saudáveis. Eles decorrem do amor, são princípios orientadores da vida, ajudam-nos a ser quem Deus deseja que sejamos, enquanto fazemos o que Ele deseja que façamos. Seus mandamentos não são regras. Eles não nos castram e nem oprimem, mas nos equilibram, emancipam e fortalecem. E o que diferencia uma de outra coisa é o amor de Deus derramado em nossos corações. Você crê que Deus lhe ama? Então obedeça o que Ele lhe pede. Assim conhecerá ainda mais o quanto é amado por Deus.