Grupo de Orações online

Duro de matar (Devocional Diária – 14-Out)

“Disse Pedro: ‘Não; nunca lavarás os meus pés’. Jesus respondeu: ‘Se eu não os lavar, você não terá parte comigo’. Respondeu Simão Pedro: ‘Então, Senhor, não apenas os meus pés, mas também as minhas mãos e a minha cabeça!’” (João 13.8-9)

Há uma série de filmes estrelados por Bruce Willis em que fez o papel de um policial que nunca morre. O título em português é Duro de Matar (Die Hard). O personagem é um sujeito “interminável”! Esse título cai bem para o desafio que temos de colocar nosso ego no lugar devido, o que costumamos chamar de “matar o ego”. Ele também é duro de matar. Nosso ego deslocou-se com nosso afastamento de Deus. Ele parece sempre estar no andar errado. Ele precisa ser guiado por Cristo. Precisa de submissão e obediência a Cristo. Veja o caso de Pedro. Temos muito a aprender com ele sobre o nosso ego, sua resistência e perseverança para estar no comando, para sempre fazer as coisas a seu próprio modo.

Jesus disse a Pedro que, se não permitisse que seus pés fossem lavados, não teria parte com Ele. Pedro cedeu, mas o fez pretendendo melhorar um pouco mais o que Jesus estava fazendo. Se era preciso lavar os pés, por que não as mãos e a cabeça também? Como Jesus não pensou nisso antes?! Assim ficaria ainda melhor! Se é para fazer, que seja feito direito! Estou exagerando? Mas não é como agimos em relação ao Evangelho? Não resistimos à sua simplicidade e construímos religiões cheias de nossas próprias soluções para tornar as pessoas melhores para Deus? Não fizemos da graça uma outra coisa? Ora um passe livre para nossa carnalidade e ora uma coisa sem muito valor, exceto se tivermos nos esforçado o bastante? Talvez o nosso evangelho esteja cheio de nosso ego!

Sem a humildade necessária para seguir a simplicidade profunda do Evangelho, seremos levados a lutar lutas que não nos farão vencedores segundo Cristo. Seremos levados a empreender jornadas pesadas e que consumirão o melhor de nós, de nossa saúde. Custarão relacionamentos e até mesmo nossa família, tudo em nome de Cristo. Mas acabaremos chegando aonde Ele não está. Sacrificaremos as coisas erras. Nosso ego viverá e governará. Iludidos por ele mataremos o que deveria viver! O Evangelho do Reino nos dá vida pela graça e nos manda amar a Deus e ao próximo. Pela graça de Cristo, amemos uns aos outros! Sirvamos e lavemos os pés uns dos outros, começando dentro de casa. Sejamos guiados por Aquele que é o caminho. Sozinhos, por nós mesmos, nos perderemos influenciados pelo ego, que é realmente duro de matar!