Grupo de Orações online

Dinheiro: Manipule com cuidado! (Devocional Diária – 02-Out)

“Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: ‘Nunca o deixarei, nunca o abandonarei’.” (Hebreus 13.5)

Como é difícil não amar o dinheiro neste mundo em que dinheiro é tão necessário e possibilita tantas coisas. Pessoas começam bem e depois se deterioram, por causa do dinheiro. O mesmo acontece com instituições, inclusive igrejas. Muitos sonham em ganhar, de preferência sozinhos, um prêmio acumulado da Mega Sena. Sonham por acreditarem que, com isso, tudo se resolveria. Num mundo governado pelo dinheiro isso parece ser verdade, mas não é! Se fosse, Jesus que veio nos trazer vida plena, nos aconselharia a amar e buscar o dinheiro mais que qualquer outra coisa, Mas Ele fez justamente o contrário. Ensinou sobre estarmos precavidos contra a sedução do dinheiro.

Em lugar de confiar no dinheiro como nossa fonte de segurança o escritor de Como lemos hoje, devemos confiar nas promessas de Deus e não no dinheiro. Nosso esforço deve ser por confiar mais em Deus e por comprometer o dinheiro por causa da fé em Deus, jamais o contrário. O maior mandamento é amar a Deus sobre tudo e ao próximo como a nós mesmos. Se amarmos o dinheiro não amaremos a Deus e muito menos ao próximo. Nos esqueceremos de Deus, nos afastaremos da ética, da justiça e da retidão que Ele nos inspira a seguir. E trataremos pessoas com base no interesse, em função da utilidade delas para termos mais do que amamos: dinheiro.

Quando amamos o dinheiro as pessoas tornam-se objetos para nós. Usaremos as pessoas e nos relacionaremos com o dinheiro, quando deveria ser o contrário. Nos satisfaremos com um network em lugar de desfrutar de um círculo de amigos. Não teremos tempo, senão para ganhar dinheiro e desfruta-lo. Ele encherá nossa agenda e governará nosso dia. Esta pode parecer uma vida rica, mas é uma vida miserável. Contentamento, vida simples, compromisso com Deus e seu Reino, amor a Deus e às pessoas devem orientar nossa relação com o dinheiro que ganhamos e possuímos, seja muito ou pouco. Sirva mais com seu dinheiro em lugar de ser um servo dele. Aceite a autoridade de Deus sobre seus bens. Dinheiro é perigoso. Manipule com cuidado. Com muito cuidado!