Grupo de Orações online

Como um corpo (Devocional – 02-Fev)

“Assim como cada um de nós tem um corpo com muitos membros e esses membros não exercem todos a mesma função, assim também em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros.” (Romanos 12.4-5)

 

Dev215O Evangelho de Jesus Cristo nos fala de reconciliação. Declara que, por meio do sacrifício de Jesus, o Cordeiro de Deus (Jo 1.29), somos reconciliados, o que significa que podemos nos relacionar livremente com Deus e aprender a desfrutar de Sua presença em nossa vida(Rm 5.1). O relacionamento com Deus envolve muitas coisas: arrependimento, perdão, direção, consolo, vocação, serviço, paz, segurança, esperança, etc.. Creio que você esteja me entendendo: nossa vida é envolvida pelo que chamamos de Reino de Deus e passamos a lidar com o Deus que nos ama e que tem opiniões sobre nossa vida! Dele vem o propósito que nos guia. O Evangelho de Jesus nos fala sobre viver como amigos de Deus, de maneira que, vivendo, o adoramos. Na experiência cristã a adoração é resultado de uma vida orientada pela reconciliação com Deus!

Mas o Evangelho de Jesus não nos reconcilia apenas com Deus. Ele nos reconcilia com as pessoas ao nosso redor e nos conecta a uma comunidade de fé: pessoas que, por sua fé, vivem pelos mesmos propósitos. A figura usada por Paulo é a de um corpo. Ser igreja é ser corpo para Cristo agir na história. Ser membro de um corpo significa viver de forma interdependente, agindo em conjunto, em cooperação. Quando mais harmonia, quando mais equilíbrio, quanto mais os membros se apoiam e agem em conjunto, mas forte e capaz é o corpo. E assim pode realizar coisas incríveis! Nenhuma parte é sem importância ou dispensável. Nenhuma colaboração é dispensável ou sem valor. Todos somos importantes no Corpo de Cristo e fazemos muita falta. Quando nos negamos a ele, causamos perdas e perdemos.

Essa é uma dimensão de nossa vida de fé que não deve ser ignorada. Além de nos equipar para vivermos como cidadãos do Reino em meio à sociedade, em nosso mundo privado, em nossa família e trabalho, somos chamados a viver envolvidos e servindo a uma comunidade de fé e por meio dela. Uma igreja é como um corpo: se pode contar com o melhor de cada membro, protagoniza grandes realizações. Tudo isso deve ser para a honra de Deus, para a manifestação do Seu Reino. Tudo começa com nossa presença, compromisso e disposição em cooperar. E então Deus, por sua imensa bondade e por meio da influência do Espírito Santo, vai nos levando a funcionar da maneira que devemos. É assim que existiremos como igreja de Cristo. Não se trata de ser uma instituição religiosa e de ter programas atraentes. Mas de sermos pessoas unidas e interessadas umas nas outras, sob o cuidado, graça e presença do nosso amoroso Deus. Sendo assim, que cada um de nós ocupe seu lugar e que Deus seja honrado!