Grupo de Orações online

Certezas da esperança (Devocional – 28 de Abril)

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor.” (1 Pedro 1.3-4)

O Evangelho de Jesus nos anuncia algo diferente de tudo que possamos encontrar por aqui, no reino dos homens. Aqui as coisas morrem, acabam-se. Tudo é temporário. Aqui há incertezas e inconstâncias. Mudança é o que caracteriza nossa condição existencial e nem sempre mudanças boas. Há também muitas ilusões: num mundo fortemente influenciado pelo desejo e pela sedução, iludir-se não é um risco de poucos, mas uma possibilidade de todos. Há boas coisas aqui também, mas elas são transitórias. Aqui tudo passa. Por outro lado, Deus que nos criou à Sua imagem e semelhança. Ele não nos criou só para aqui, mas também para Si. Por isso ansiamos por Ele e por coisas que o caracterizam. Por ignorar Deus, pensamos que sentimos falta de outras coisas e permanecemos ansiando.

Somos finitos, mas ansiamos pela eternidade. Somos transitórios, mas desejamos permanecer. Temos necessidades que coisa alguma aqui pode suprir. E é uma tolice tentarmos nos livrar delas dedicando-nos apenas ao que temos aqui. Isso não nos realiza. Ao contrário: nos esvazia. Deus sabe o quanto precisamos dEle e por Sua grande misericórdia veio a nós. Ele deseja nos abençoar para que possamos viver pela fé, voltados para uma esperança viva, imperecível, imaculável, incorruptível. Uma esperança resultante do Seu grande amor por nós. De sua inesgotável bondade e paciência. Por nos amar tanto, Deus coloca em operação o Seu grande poder para nos vivificar, renovar, regenerar. O mesmo poder que superou a morte na ressurreição de Cristo é o poder que atua em nossa vida, para nos dar uma vida nova.

O que garante tudo isso é Deus, com Sua grande misericórdia. Ele decidiu nos ser favorável! E se Ele é por nós, quem será contra nós de modo a superar Seu favor para conosco? (Rm 8.31) Ele nos deu Jesus e nada supera isto como prova de Seu amor. Coisa alguma que enfrentemos – dor, angústia, tribulação ou mesmo a morte – pode ser mais poderosa do que o amor de Deus revelado em Cristo! (Rm 8.38-39). Se tivermos olhos para ver, veremos que nada aqui pode superar o que Deus já fez por nós em Cristo. Teremos sempre razão suficiente para crer e celebrar. Estaremos seguros em Cristo pois Ele nos ligou definitivamente ao trono da graça de Deus. Não há maior garantia nesta vida!