Grupo de Orações online

Casamento e fé (Devocional Diária – 01-Out)

“O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros.” (Hebreus 13.4)

O casamento é uma das experiências humanas mais emblemáticas e importantes. Nas diversas culturas temos diversas formas de celebra-lo. Em nosso país a lei reconhece o valor da parceria conjugal – o fato de duas pessoas unirem-se sob um mesmo teto para compartilhar a vida – inclusive para além de qualquer celebração, assegurando direitos aos cônjuges, ainda que não tenham assinado uma certidão. Nossa sociedade, quanto ao casamento, é confusa: ela luta no casamento, pelo casamento e contra o casamento. Há quem nunca casou e está louco para casar e quem casou e está louco para descasar. Como cristão precisamos compreender e lidar com o casamento de forma melhor que a sociedade. Cristo veio nos dar vida para além de qualquer sociedade.

Para muitos cristãos o casamento é mais importante do que as pessoas que estão nele e assim já começam seu desserviço ao casamento. O casamento é a experiência em que, mais do que em qualquer outra, nos  revelamos, fracassamos, demonstramos nossas limitações, capacidades e incapacidades para o amor conjugal e a vida. Um casamento fracassa, não porque não sabemos amar, mas porque não nos dispusemos a aprender. Não são nossos defeitos o problema, mas a indisposição e incapacidade de tratar com eles e melhorar. O casamento exige amadurecimento, aprendizado e trabalho. Fórmulas mágicas e soluções de curto prazo apenas encubam problemas, dores e podem tornar as doenças conjugais algo crônico. E temo que isto esteja acontecendo muito em meio a cristãos, em nome da valorização ao casamento!

O casamento está na origem de nossa existência. Como alguns gostam de dizer: foi ideia de Deus. E foi mesmo, assim como o foi o trabalho, a gestão do meio ambiente e tudo mais que é saudável em nossas vidas. Mas o pecado nos mudou demais e a vida ficou muito confusa. Não sabemos mais fazer direito as coisas. Porém Deus nos amou e veio a nós. Pela fé em Cristo somos unidos a Ele pelo Espírito Santo. Podemos aprender, amadurecer e superar nossas limitações relacionais. Podemos ter casamentos que honrem a Deus e isso deve ser um alvo para nós. Deve merecer nosso trabalho e esforço diários. Não devemos acomodar em nossa vida pecados contra o casamento. Seria pecar contra Deus, cônjuge e familiares. Deus nos pedirá conta disso. A vida nos pedirá conta disso.