Grupo de Orações online

Atitudes do Reino (Devocional Diária – 27-Dez)

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo.” (Efésios 4.31-32)

A fé cristã é a fé no Filho de Deus que nos trouxe o Reino de Deus. A fé que nos identifica com esse Reino que chegou a nós, que é novo e que muda quem somos. O Reino é o Reino do amor e da graça de Deus. E nos chama a viver da maneira certa, o  que significa viver de uma certa maneira e não de qualquer maneira. O pecado não mudou o mundo, mudou a nós, seres humanos, que passamos a viver no mundo de forma errada. Devido ao pecado não conseguimos mais, por nós mesmos, viver aqui da maneira certa e assim honrar o Criador. Não sem que Ele nos influencie. Parte dessa influência dependerá de nossa submissão e obediência. Daí os mandamentos e o significado prático da vida cristã: viver crendo e obedecendo como expressão de nosso compromisso com Deus. No Reino de Deus a fé não é um sentimento, não é uma ideia. Ela existe por meio de atitudes, escolhas e compromisso.

Por isso, se temos fé em Cristo e cremos no Reino de Deus, nossa vida mostrará as evidências. Normalmente, como pessoas de fé, temos nossa experiência religiosa e aprendemos certo modo de vida. Mas nem sempre o que aprendemos, de fato, relaciona-se com o Reino de Deus. Muitas vezes nos ensinam uma fé destituída de vida. Aprendemos “verdades” que nos afastam da existência e das pessoas. Que causam certas ilusões de que somos melhores de uma maneira presunçosa, que nos inspiram o julgamento dos outros.  Que nos tornam rígidos e cegos: somos capazes de cumprir firmemente certas regras e, ao mesmos tempo, ignorar a falta de amor e bondade na relação que temos com os outros. E assim, em nome de Deus, fazemos o que Deus condena, esquecendo-nos do centro da vida de fé em Cristo: o amor a Deus e ao próximo. Por isso Paulo deixa claro que atitudes são apropriadas e que atitudes não são, se somos cristãos.

Amargura, indignação, ira, gritaria, calúnia e toda forma de maldade são atitudes inapropriadas para um cristão. Elas declaram o oposto do que a fé em Cristo declara. Um cristão deve ser reconhecido pela bondade ao lidar com o outro, pois nosso Deus é bom! Pela compaixão – capacidade de sentir a dor do outro – e pela disposição em perdoar. Pois temos sido amados e, incontáveis vezes, perdoados em Cristo. Essas são atitudes que exemplificam as que constituem-se evidências do Reino de Deus em nós. É lamentável que faltem a muitas pessoas em nossas igrejas. Que tipo de fé estamos aprendendo e ensinando?! O que é sagrado para nós? O templo, o dia, a doutrina, a liturgia? E as pessoas, o ser humano, por quem Cristo morreu? Podemos tratar de qualquer forma? Para que o Reino de Deus seja visto em nós é preciso que aprendamos a agir como gente do Reino. E é isso que  Espírito Santo quer nos ensinar. Que sejamos humildes para nos arrepender e aprender!