Grupo de Orações online

As plantas sufocadas (Devocional Diária – 28-Out)

“Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram com ela e sufocaram as plantas.” (Lucas 8.7)

O Reino de Deus não é uma imposição feita a nós, embora pudesse ser. Tanto por direito, pois Deus é o Criador e, de fato, o dono legítimo do universo; como também pela jurisprudência naturalista, pela qual o mais forte se impõe, vence e se perpetua. Deus é o mais forte, mas não nos faz vítimas de Seu poder. E Seu  Reino vem a nós singelo e frágil, como uma semente que é lançada na mente e no coração dos seres humanos. Pode ser desprezada e deixada à beira do caminho. Pode ser impedida de virar planta pelas pedras que preferimos e priorizamos em seu lugar. E pode ser assassinada depois de tornar-se planta, vindo a ser planta sem futuro, sem espaço, destinadas a morrer sufocada no porão de nossa falta de tempo.


As preocupações com as riquezas e os prazeres da vida são apontadas por Jesus como uma causa de sufocamento para as plantas do Reino. Nem a riqueza e nem o prazer são antagônicos ao Reino. Mas no Reino eles tem o lugar devido e estão a serviço e não no comando. Podem ser desfrutados mas não podem guiar a vida e tornarem-se a busca mais importante. No Reino somos chamados a amar a Deus e ao próximo isso exige que, tanto a riqueza quanto o prazer, sejam submetidos à vontade de Deus. Do contrário, nos levarão a usar e ferir a quem deveríamos amar. Desejando riquezas podemos desenvolver relacionamentos manipuladores, inclusive com Deus. Seduzidos pelo prazer podemos negar nossos compromissos, com pessoas e com Deus.

Talvez já haja plantas do Reino em nossa vida. Um belo processo está em andamento e frutos do Reino são uma promessa animadora. Nossa vida está sendo reorientada e estamos conhecendo um tipo de segurança, de paz e de alegria completamente novo, que riquezas e prazeres jamais poderão nos proporcionar. Mas não nos enganemos: o Reino de Deus não frutificará em nós sem que superemos o encanto de sérios concorrentes. Riquezas e prazeres são apenas exemplos. Fora de igrejas e dentro delas ha pessoas cheias de plantas do Reino que estão, progressiva e lentamente, sendo sufocadas. Como estão as suas?