Grupo de Orações online

Aprender de Jesus (Devocional Diária – 25-Nov)

“Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim…” (Mateus 11.29)

O mundo agrícola transformou-se muito com a tecnologia, assim como todos os demais aspectos de nossa vida. O arado de tração animal já não é algo muito usado. Assim como o carro de boi, ainda presente em algumas regiões do globo, mas não como antes. Muitas crianças em nossas cidades jamais viram uma galinha viva! Imagine um carro de boi! Para entendermos o que Jesus está dizendo é preciso saber do que se trata um “jugo” e ele tem a ver com o arado e como carro de boi. “Jugo” ou “canga” é uma peça de madeira que, colocada sobre dois bois, os une pelo pescoço. Assim, unidos, trabalham juntos. Normalmente um boi mais velho e colocado com um mais jovem, unindo força e experiência. O mais velho é o “dono” do jugo e o outro aprende como ele.

Jesus quer nos dar descanso (v.28), mas nos dará mudando nossa maneira de viver. Ensinando-nos a viver a partir de novos referenciais e valores. Ele não diz que colocará sobre nós o seu jugo, mas que nós devemos tomar sobre nós, colocar sobre nós, o jugo dele. Jesus poderia nos obrigar, mas Ele não age assim. Ele não faz escravos, Ele faz amigos (Jo 15.15). Ele poderia simplesmente dar ordens, mas isso seria atitude de quem quer explorar, e não de quem quer ensinar. Ele valoriza a nossa identidade e não quer esmagá-la sob Sua vontade, que é boa, perfeita e agradável para nós (Hb 12.2). Nela somos promovidos, emancipados e encontramos libertação. Sua vontade não é contra, mas a favor de nossa vida. Nosso cansaço é fruto de vivemos iludidos, fantasiando a vida e perdendo o rumo. Gastando a vida com o que não compensa.

“Aprendam de mim…” é a proposta de Jesus. Aprender dele, com o modo como nos trata, confiando nas verdades que Ele disse, seguindo-o na firmeza com que viveu para fazer a vontade do Pai. Aprender de Seu coração perdoador, de Suas prioridades – o Reino Eterno. De Sua paz! Aprender a ser luz a sal nesta vida, a ser misericordiosos, a “pescar pessoas”, atraindo-as para o Reino de Deus. Aprender com Ele a prudência das virgens diligentes, a fidelidade do mordomo sábio, o amor do samaritano bondoso. Há tanto que aprender! E quanto mais aprendermos, mais descanso teremos em meio ao trabalho e lutas dessa vida, cujas conquistas, ficarão todas aqui. Sabemos tanto sobre Jesus! Mas, o que, de fato, já aprendemos dele?