Grupo de Orações online

Aprendendo a ser bondosos (Devocional – 04-Fev)

“Compartilhem o que vocês têm com os santos em suas necessidades. Pratiquem a hospitalidade. Abençoem aqueles que os perseguem; abençoem, e não os amaldiçoem. Alegrem-se com os que se alegram; chorem com os que choram.” (Romanos 12.13-15)

 

Dev215Deus é bom. Essa afirmação tão simples sobre Deus desafia a mentalidade humana, que pouco conhece de bondade. Imaginamos a bondade quase sempre como sendo apenas a atitude de alguém em fazer algo bom em favor do outro. Mas bondade é, quando pensamos em Deus, uma forma de se relacionar fundamentada no amor. É mais que apenas fazer algo bom. Por isso dizemos que Deus é bom o tempo todo. Essa é uma certeza da fé cristã, porque expressa não o que entendemos que Deus faz, mas o quem cremos que Ele é. Mesmo quando não faz o bem que entendemos que poderia fazer, Ele é bom. Não entendemos isso pois somos seres de uma outra categoria, que mesmo fazendo o bem a alguém, podemos estar sendo maus. Jesus disse: “Não há ninguém que seja bom, a não ser somente Deus.” (Lc 18.19)

Mas Deus deseja que aprendamos a ser bons. Uma das características do fruto do Espírito comentado por Paulo é a bondade (Gl 5.22). Deus quer nos influenciar para que sejamos bondosos, quer nos capacitar com Sua presença em nossa vida. E também, como parte de nosso aprendizado para que sejamos bondosos, temos algumas importantes orientações nos ensinos do Novo Testamento. Nossa bondade depende da ação de Deus em nossa vida e também das atitudes corretas em nosso relacionamento uns com os outros. Na perspectiva da fé cristã devemos ser bondosos com amigos, desconhecidos, familiares e até pessoas que não são bondosas conosco. Não é nada simples esse aprendizado.

As necessidades de nossos irmãos de fé devem receber nossa atenção e, se temos como ajudar, devemos faze-lo. Devemos ser hospitaleiros, algo praticado por poucos hoje em dia. Hebreus diz que não devemos nos esquecer da hospitalidade pois na história de fé, alguns, por serem hospitaleiros, sem o saber, hospedaram anjos (Hb 13.2). Se alguém nos persegue e procura nos prejudicar, devemos ter cuidado e nutrir desejos bons para com eles, devemos abençoa-los, em lugar de maldizer ou amaldiçoar. Devemos partilhar a vida, alegrando-nos com os que se alegram e chorando com os que choram. E assim que aprenderemos sobre bondade e como ser bondosos. O mundo está precisando muito de bondosos! Religiosos ele já tem de sobra! A real evidência de que seguimos está no tipo de pessoa que somos na relação uns com outros. Que a bondade prevaleça e a maldade perca lugar em nossa vida!