Grupo de Orações online

Amores incompatíveis (Devocional Diária – 13-Set)

“Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele.” (1 João 2.15)

Fomos criados para amar. Nosso Deus e Criador é identificado nas Escrituras como o Deus que ama e ama tanto que envia Jesus, seu Filho, para morrer na cruz por nós. O Deus que ama nos criou à Sua semelhança, capazes para amar. Mas João nos alerta que podemos amar o que não deveríamos – o mundo! Não devemos amar o mundo para que possamos amar a Deus e ser amados por Ele. O amor a Deus e ao mundo são incompatíveis!

Não amem o mundo e nem o que há no mundo, diz João. Ele resume numa única palavra muitas coisas. O “mundo” é tudo que, amado por nós, nos afasta de Deus e do nosso próximo. Fomos criados para amar a Deus sobre todas as coisas e, ao mesmo tempo, amarmos ao nosso próximo como a nós mesmos. Depois podemos ter amor por outras coisas mas deverá ser um amor menor, que jamais coloque em risco nosso amor a Deus e ao próximo. Se não for assim o que amarmos se tornará “mundo” em nossa vida: nossos bens, nosso trabalho e inclusive nosso hobbie ou passatempo. Se amarmos o mundo o amor do Pai não estará em nós.

Nessa vida nos veremos diante de muitos atrativos que podem tornar-se “mundo”, afastando-nos de Deus e do nosso próximo. Seremos tentados a acreditar que é válida a troca e que ficaremos satisfeitos, mas por fim veremos o grande erro que praticamos. Uma das obras do Espírito Santo é desmascarar “o mundo” em nossa vida, fazendo-nos perceber se temos nos privado do amor de Deus. Devemos constantemente pedir Sua ajuda para que o “mundo” não esteja entre nós e Deus e o próximo. O amor a Deus e o amor ao mundo são incompatíveis. Se amarmos o mundo, perderemos Deus. Mas se amarmos a Deus ganharemos o próximo e encontraremos vida!