Grupo de Orações online

A capa ou a toalha? (Devocional de 22-Março)

“Estava sendo servido o jantar, e o diabo já havia induzido Judas Iscariotes, filho de Simão, a trair Jesus. Jesus sabia que o Pai havia colocado todas as coisas debaixo do seu poder, e que viera de Deus e estava voltando para Deus; assim, levantou-se da mesa, tirou sua capa e colocou uma toalha em volta da cintura.” (João 13.2-4)

Você consegue perceber os contrastes dessa cena? O pano de fundo é um jantar que já estava sendo servido. Jesus iria comer com seus discípulos e isso, dentro da cultura judaica, era mais que apenas uma refeição. Simbolizava comunhão. Simbolizava amizade e companheirismo. O Mestre e seus discípulos juntos, partilhando a mesa. Mas Judas já havia cedido à influência do diabo e, mesmo sem ter traído, já era um traidor. Ele iria apenas se revelar em pouco tempo. Sua traição entraria para a história e marcaria para sempre sua biografia. Jesus sabia? Sim, não tenho dúvida. E sabia também que o Pai havia colocado todas as coisas debaixo de seu poder, de sua vontade. Se você fosse Jesus, o que faria?

Jesus sabia com total clareza quem era cada um daqueles que com Ele estavam à mesa. Mas, o mais importante, Ele sabia quem Ele próprio era. Ele sabia que havia vindo de Deus e estava voltando para Deus. Nós facilmente perdemos a noção de quem somos. Agimos em negação ao que deveríamos ser. Deveríamos ser melhores como amigos, líderes, cônjuges… Mas falhamos nisso. Somos pecadores. Jesus jamais perdeu-se, desorientou-se, negou sua identidade. Em tudo, diante de qualquer situação e diante de qualquer pessoa, Ele sempre foi o mesmo: o Filho de Deus que veio nos revelar o amor do Pai. E, como Filho de Deus, como aquele que tinha nas mãos todas as coisas, todo poder, levantou-se da mesa, tirou a capa e colocou uma toalha ao redor da cintura. Assumiu a atitude do menor e servo de todos.

Somos chamados a seguir a Jesus. Segui-lo será sempre uma experiência relacional. Uma escolha entre a capa e a toalha. Seguir a Jesus exigirá que tiremos a capa de nossa presunção, que nos leva a julgar e condenar os outros. Seguir a Jesus é pegar a toalha do serviço amoroso. Todos podemos seguir a Jesus, porque todos podemos ser servos. O difícil mesmo é ser senhor! Quem de nós é competente para isso? Mas é o que todos queremos e brigamos por isso! Porém o caminho apontado por Jesus é no sentido oposto: Ele nos dá o exemplo tirando a capa e colocando a toalha em volta da cintura! Como um bando de “senhores”, perdemos tempo e oportunidade diante de uma carência tão grande de servos. Enquanto medimos forças e fazemos acusações, há toalhas sem uso por todo lado, esperando substituir as capas que nos impedem de servir.